A Neuropsicologia é o campo que estuda e permite compreender de que forma as estruturas e funções do cérebro interferem em processos psicológicos específicos e no comportamento. Trata-se de uma especialidade da Psicologia que requer formação e treino específicos.

Engloba a avaliação, o diagnóstico, o tratamento e/ou a reabilitação dos pacientes com condições médicas, psiquiátricas ou do neurodesenvolvimento, assim como noutras situações que envolvem alterações cognitivas ou da aprendizagem.

Avaliação Neuropsicológica da Criança ou do Adolescente 

Para além do nível de inteligência global, esta avaliação consiste num exame aprofundado das funções e dos processos intelectuais, correlacionando o funcionamento do Sistema Nervoso Central com o desempenho, o comportamento ou o funcionamento emocional atual e contribuindo para o planeamento e implementação de um programa de estimulação cognitiva, quando necessário. Esta avaliação recomenda-se quando existem dificuldades de aprendizagem, atraso no desenvolvimento, sinais de desatenção, dificuldades de memória, problemas de raciocínio, entre outros fatores que comprometem o desempenho escolar. É essencial para o diagnóstico de Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção, Dislexia, Disortografia, Discalculia e outros quadros que constituem Necessidades Educativas Especiais. Seguem-se alguns dos motivos em que mais frequentemente se recomenda a avaliação:

Avaliação Neuropsicológica do Adulto

Para além de condições médicas específicas, outras situações com impacto direto no funcionamento cerebral e nas funções cognitivas e/ou no comportamento devem ser alvo de avaliação. Traumatismos Cranianos, Acidentes Vasculares Cerebrais, Psicopatologia (Depressão, Esquizofrenia) são situações que tendem a causar alterações ou défices nas funções (atenção, memória, raciocínio, lentificação) que requerem reabilitação. A Esclerose Múltipla e outras doenças degenerativas merecem igualmente um estimulação/reabilitação. Seguem-se algumas das situações que mais frequentemente merecem a atenção da Neuropsicologia:

Avaliação Neuropsicológica Geriátrica

O processo de envelhecimento (senescência) é marcado por um declínio das funções, mesmo quando o percurso é saudável. A avaliação e intervenção atempadas podem ajudar a travar a diminuição das competências e a prevenir a demência. Por outro lado, as consequências da Doença de Alzheimer ou de outros processos degenerativos podem ser travados por esta intervenção. Seguem-se algumas das situações que mais frequentemente justificam a avaliação:

Avaliação de Maturidade Escolar (entrada no 1º ano)

Recomenda-se nas situações de Entrada Condicional, ou seja, quando a criança completa os 6 anos entre 16 de Setembro e 31 de Dezembro. É também necessária em situações de antecipação (crianças que só completam 6 anos após 31 de Dezembro) e de adiamento escolar (quando revela alterações que justificam a permanência do Jardim de Infância mais um ano). Pretende verificar se a criança tem o conjunto de aptidões intelectuais e emocionais que constituem pré-requisitos essenciais a uma aprendizagem bem-sucedida. Compreende a avaliação dos seguintos aspetos:

 (O prazo para entrega de requerimento na escola é 31 de Maio.)

 

Saiba mais sobre a Consulta de Neuropsicologia AQUI

Cada terapeuta tem os seus próprios honorários. Por favor contacte os nossos serviços para informações detalhadas.


Marcar consulta