Personalidade Passivo-Agressiva

A perturbação de personalidade passivo-agressiva não é uma perturbação de personalidade per se, uma vez que a punição indireta aos outros é uma característica do nível borderline de organização de personalidade, particularmente presente nas estruturas/perturbações de personalidade paranoide, masoquista e especialmente na estrutura dependente de personalidade.

Neste caso concreto falamos numa variante passivo-agressiva da perturbação dependente de personalidade. As pessoas dependentes com hostilidade notória sentem rancor por estarem presas a outras pessoas e no entanto não se conseguem separar psicologicamente delas. A agressividade que normalmente alimentaria movimentos autónomos é expressa obliquamente, num esforço de alivo do afeto negativo ou no sentido de um "ajuste de contas"  feito de uma forma que não ameace o vínculo.

Por vezes as pessoas passivo-agressivas definem-se em relação aos outros em valência negativa - "Sou o marido daquela sacana".

Atacam por vezes em antecipação a eventuais maus tratos, tal como nas personalidades paranoides.  Tem a expetativa de serem mal tratadas nas relações, tal como nas perturbações masoquistas, contudo tendem a ripostar, ainda que de uma forma insidiosa.

As suas preocupações centrais são narcísicas, contudo são pessoas mais ligadas às relações que as pessoas com estruturas narcísicas de personalidade.

São muitas vezes pessoas que se definem em oposição aos objetivos dos outros, e que por tal têm dificuldades em estabelecer e perseguir objetivos próprios. Têm dificuldade ao nível do sentido de identidade e da capacidade de se aceitarem a si mesmas enquanto agentes, em vez de apenas respondedores e reatores.

Outro aspeto particular das pessoas passivo-agressivas é a dificuldade na nomeação dos sentimentos negativos, bem como na diferenciação entre expressões verbais versus expressões comportamentais de zanga. Podem por tal aparentar por vezes uma ingenuidade chocante em relação à hostilidade que emanam.

Preocupação/tensão central: Tolerar maus tratos / Procurar vingança

Afetos centrais: Zanga, rancor, prazer em enactments de hostilidade

Crença patogénica característica sobre si próprio(a): A única via para a dignidade é sabotar as realizações dos outros

Crença patogénica sobre os outros: Todas as outras pessoas querem que me conforme às regras delas

 


PDM - Psychodynamic Diagnostic Manual

2015-03-22
Ver mais artigos »

Marcar consulta