Nos tempos atuais a noção de equilíbrio pessoal tem vindo a ser mais falada e mais estuda pela psicologia. Os tempos atuais, estão cheios de agressões ao nosso equilíbrio, quer pelas pressões no trabalho, quer pelas pressões da situação económica atual. Esta velocidade que nos é imposta não nos permite pensar a vida e as nossas emoções e com este descuido da nossa parte começam a surgir os desequilíbrios. No início são mínimos e podem traduzir-se apenas em menor vitalidade, mais “nervoso” no quotidiano ou alguma irritabilidade que é desajustada às situações.

Quando estes desequilíbrios ocorrem devemos procurar ajuda de alguém. Alguém que os saiba reconhecer, acolher e que nos dê uma nova visão dos problemas que nos causam sofrimento psicológico. Só assim os conseguiremos ultrapassar e crescer para nos tornarmos adultos mais fortes e resilientes em termos psicológicos.

Pode questionar-se como é que isto acontece quando “apenas” se fala?

A resposta pode ser bastante simples… quando aprendemos na escola também ouvimos e falamos com alguém que nos quer ajudar a construir a nossa identidade e fazer crescer o nosso saber em determinadas áreas. Assim é a psicoterapia. Um processo em que alguém nos ajuda a crescer através de um diálogo franco, honesto e sem julgamentos acerca das emoções.

Ao sentir-se desequilibrado em alguma das áreas da sua vida deve procurar ajuda. Antes que o desequilíbrio se transforme numa queda, em que será mais difícil recuperar.

Alguns dos diagnósticos mais frequentes encontram-se listados em baixo, clique e saiba mais a esse respeito: 

(Listagem de psicopatologias)


Marcar consulta