Bebé
A chegada de um bebé é vivida com grande expectativa, mas também com alguma ansiedade. Os pais perguntam-se frequentemente se o bebé estará a desenvolver-se normalmente e se estarão a agir da melhor forma.
Criança
Os primeiros anos de vida são cruciais para o desenvolvimento sócio-afetivo da criança e para a formação da sua personalidade enquanto adulto. De um mês para o outro, observam-se novas competências, mas surgem também muitas inquietações.
Adolescência
A adolescência é um período de grande agitação. É normal que existam desequilíbrios que conduzem a reequilíbrios mas algumas dificuldades carecem uma intervenção terapêutica para evitar que dificuldades transitórias se cristalizem na personalidade e interfiram na sua vida futura.
Adulto
Ser adulto implica ter construído ou estar a construir uma vida autónoma e estruturada em que as áreas emocionais, familiares e profissionais estão em equilíbrio e satisfazem a pessoa no seu todo.
Sénior
O envelhecimento não é necessariamente sinónimo de incapacidade. A deteção e intervenção atempada das dificuldades permitem agilizar os recursos individuais para uma melhor qualidade de vida.
Marcar consulta